domingo, 31 de julho de 2011

Conto sem noção #1

Meu amigo Lúcifer

Estava na cama do hospital, deitado, cheio de tubos, o câncer de pulmão (prêmio máximo do tabagismo) havia consumido meu corpo inteiro por dentro.

Era só uma questão de tempo até o fim.

Ficar na UTI era algo sem sentido para um moribundo ainda consciente, e caro para o plano de saúde. O apartamento individual acompanhado de doses cavalares de morfina era a solução “da dignidade” segundo os médicos.

Limitava-me a assistir desenhos animados na TV a Cabo; seria meu último ato nobre nesta vida...

A porta se abre e penso eu que a enfermeira novamente ia injetar as doses de medicação regulares.

Nada acontece, com dificuldade viro para o lado e vejo um homem de mais ou menos 1,90m, cabelos longos e loiros, quase brancos, olhando-me com um sorriso.

Sempre pensei nesse negócio de um homem achar outro homem bonito, uma baita viadagem, mas definitivamente aquele homem era mais que bonito, tinha o que eu poderia dizer um rosto angelical.

Ele se senta no pequeno sofá ao meu lado direito, eu faço um sinal do tipo “positivo” com a mão direita para ele, ao que ele me fala com uma voz grave porém suave.

- Olá Leonardo, vim visitá-lo.

Falar com os tubos na boca e algo complicado hein ? Não se preocupe, basta que pense, e eu respondo aos seus pensamentos.

Nessa hora eu pensei : “Caralho, só tem desenho de merda na TV, tô morrendo e ainda por cima me aparece um maluco aqui no quarto...”

E a resposta que quase me matou de infarto :

- Realmente os desenhos atuais são uma porcaria...tenho saudades do Tom e Jerry... e não...não sou maluco, acho que não preciso provar isso para você.

Ok..... o cara lia a minha mente, alucinação ou não pelo menos eu tinha com quem conversar...

E o diálogo que se sucedeu foi esse :

- Quem é você ?

- Sou Lúcifer, sou seu amigo.

- Como ?

- Sim, eu sei que você é agnóstico e blá blá blá....mas bem....você estava errado e eu existo.

- Puta que pariu !!! Quer dizer que você vai me levar para o inferno e vou REALMENTE arder por toda a eternidade ?

- Não....isso é invenção da igreja católica para controlar o rebanho de pessoas na idade média, e que funciona em todas as religiões judaico-cristãs até hoje, você bem sabe disso.

Eu não sou o mal encarnado, essa idéia é ridícula.

Eu sou apenas uma entidade criada por “você sabe quem”....ou não sabe !!!! hahaha..., desculpe a piada...que se revoltou contra o sistema vigente e resolveu utilizar...como eu diria....”os super poderes” para criar uma própria morada para aqueles que também se revoltaram....

Eu gosto da palavra “inferno” que deram à minha casa, mas não há fogo nem lagos de enxofre por lá, isso geralmente existe em vulcões aqui na terra.

- E como a coisa funciona no inferno então ?

- É mais ou menos como uma versão melhorada das coisas aqui na terra. Temos casas, campos floridos, essas coisas...

- Então não existe o mal lá ?

- O conceito de bem e mal é uma idéia dos humanos, mas eu entendi a sua pergunta...eu diria que ninguém prejudica o semelhante por lá.

- E como pode ser isso ?

- Porque lá EU sou a lei, e como coisas como dinheiro, sofrimento, dor, são inexistentes por lá, basicamente não existe motivo para ninguém fazer besteira.

Lá você fuma e não morre de câncer, bebe e não tem cirrose, pode se drogar por centenas de anos e não morre de overdose.

Porém a liberdade e libertinagem de cada cidadão não podem ferir a dos outros, nesse caso, o “deliquente” é punido...

- E como é punido ?

- Por enquanto é melhor você não saber...

- E o que acontece em seguida ?

- Se a pessoa punida aceita andar na linha, de acordo com a lei que EU estabeleci, ele volta ao convívio, senão é destruído.

- Como assim destruído ?

- A destruição ocorre em dois tipos de ocasião, uma delas é a desses tipos que não se comportam mesmo após a punição, e a outra é quando o cidadão por motivos próprios pede a mim que o destrua, nesses casos eu aniquilo o princípio conhecido como “alma” dessas criatura e elas deixam de existir, voltam a ser poeira de estrelas.

Não há “pos-vida” depois da aniquilação.

- E como você controla tudo isso, como mantém a lei, como vigia a todos ?

- Na minha casa, o inferno, eu sou onipresente, onipotente e onisciente, e ao contrário de deus, eu estou sempre visível, você me vê no bar jogando bilhar, você me vê fazendo uma “Jam” de blues, jogando dominó na praça, tudo isso o tempo todo.

Não preciso de intermediários, quem quiser falar comigo basta me chamar “de canto” e pronto.

Não existe exército, polícia ou força controladora.

Eu sou tudo isso.

Simples e fácil.

- Então você está me dizendo que as pessoas vivem bem por lá, cada uma na sua casinha, seja filosofando, tocando um instrumento, plantando flores no jardim...é isso ?

- Sim, e te adianto que todos os filósofos e sábios de verdade ESTÃO no inferno, porque todos contestaram o esquema divino. As conversas com eles são sempre ótimas.

- E os cachorros ?

- Muitos por lá, eu adoro todos os tipos de animais, torturar um animal em minha casa é pedir para ser punido diretamente por mim.

- E por que deus não faz isso aqui na terra.

- Porque deus gosta da dor, do sofrimento, ele gosta que seus filhos sofram e clamem por seu nome a todo o momento.

Ele ama mais ainda os santos porque sofrem várias décadas glorificando a ele.

No meu mundo ninguém é melhor que ninguém, a não ser EU claro...hehehe

Mas no mundo de deus os santos são como anjos, são diferenciados dos outros “salvos”

- Que merda !

- Com certeza.

- Ainda há muito para aprender, mas agora vamos... eu vim para te buscar.

- Porra finalmente vou me livrar desses desenhos horríveis....

- Sim, vai... lá você só vai ter os bons....

E nesse momento Lúcifer passou a mão em meu rosto, fechou meus olhos e arrebatou meu espírito para o inferno.


Conto : por Leonardo M. Schunk

3 comentários:

Carlos disse...

Isso me fez lembrar uma série de hipóteses agradáveis sobre o inferno. A mais engraçada era a do João Gordo falando que, quando morrer, não quer aparecer no céu, lá estaria a princesa Diana, música clássica o dia inteiro, enfim, um habitat anti natural para ele.... já no inferno estaria Jimi Hendrix, Jim Morrison, rock and roll da melhor qualidade, muito cigarro, drogas, etc!rs....

O Raul Seixas, se não me falha a memória, disse que enquanto os homens disputam questões teológicas (céu x inferno, divino x profano, etc), Deus e o diabo jogam xadrez!rs....

É realmente um desafio para as nossas mentes esse “além”, temos como matéria prima o que já observamos e o que tomamos conhecimento por intermédio das observações qualificadas de filósofos/escritores/etc.

Mas com certeza essa supressão dos males terrestres faria do inferno um paraíso (ainda pouco valorizado na nossa cultura!rs...). Se o prazer é profano e a dor é divina, muitos seguem a segunda opção só pensando na recompensa eterna!rs...

Abraços!
Carlos

Brenda Oliveira disse...

Amigo, acontece que tu lê meu blog como se ele fosse algo pra te entreter.

Então deixa eu explicar uma coisa...
Eu escrevo qualquer porcaria naquilo, ele é o reflexo do que eu estou sentindo. Eu não me importo e não escrevo pensando no que os outros e tu, vão pensar. Eu não me importo de ser um porre. E assim que eu sou, hoje.

Eu não tenho que me esforçar pra escrever algo bom e diferente do que eu sou, só pra adquirir público. Vou escrever o que eu sinto, não quero conquistar ninguém, não quero repelir ninguém. Só quero escrever o que eu sinto.

Entende? Eu não escrevo pra ti, eu não escrevo pra conquistar ninguém. Eu não peço pra ninguém ler e não tenho a obrigação de parecer algo diferente de "um porre" pras outras pessoas.

Agradeço a opinião, mas ela é dispensável. Eu não tenho a obrigação de te entreter ou cuidar o que eu escrevo porque estou sendo um porre. Sou eu. Um abraço.

António Jesus Batalha disse...

Blog encantador,gostei do que vi e li,e desde já lhe dou os parabéns,
também agradeço por partilhar o seu saber, se achar que merece a pena visitar o Peregrino E Servo,também se desejar faça parte dos meus amigos virtuais faça-o de maneira a que possa encontrar o seu blog,para que possa seguir também o seu blog. Paz.
António Batalha.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/